Insatisfeito com a qualidade do seu WiFi? Antes de comprar um aparelho novo, tenha em mente que, para ter a melhor conexão possível, não basta apenas comprar o roteador mais caro que encontrar, ou o que tem as maiores antenas.

Existem vários fatores ambientais que podem – e vão – interferir na qualidade do seu sinal. Vamos ver como diminuir essa interferência ao máximo e tirar o melhor proveito possível das suas ondas de internet.

1. Mais altura

Pela configuração física de um roteador WiFi, a maior parte do sinal é transmitido para baixo. Portanto, é de extrema importância que seu aparelho esteja posicionado em um lugar alto, já que as ondas são fracas demais para penetrar barreiras de cimento.

2. Menos bloqueios

Paredes e armários também interferem no alcance do sinal do seu roteador, já que as ondas não conseguem penetrá-las. Posicione seu aparelho tendo em mente que o sinal viajará pelos vãos livres da casa, ou seja, corredores e portas.

3. Menos umidade

Por incrível que pareça, a umidade das paredes ou da cozinha de uma casa pode interferir muito no sinal do roteador WiFi. Escolha sempre o cômodo que recebe mais luz solar e é mais seco.

4. Menos interferência

Aparelhos que emitem ondas, como dispositivos Bluetooth, um micro-ondas ou uma babá eletrônica, podem interferir muito no seu sinal. Sempre que possível, desligue aparelhos Bluetooth (caixas de som, celulares, etc.) que estejam perto de seu roteador e o posicione em um lugar livre de outros sinais intrusivos.

5. Mais segurança

Colocar senha no seu WiFi pode parecer complicado e desnecessário, já que você pode pensar que “não tem problema que outras pessoas usem”. Essa nunca é uma boa ideia. Por meio do seu WiFi é possível ter acesso às informações de navegação do seu computador, e isso inclui informações pessoais e senhas.

Sem contar que quando mais pessoas usem sua conexão, mais lenta sua internet será. Todos os tipos de roteadores oferecem instruções de como proteger o sinal do seu roteador WiFi com senha, então não tem mistério.

6. Mudança de faixa

Inicialmente é difícil entender por que um roteador WiFi oferece tantas opções de canais, ou faixas de frequência, já que elas parecem não ter diferença umas das outras. Essa função existe porque o WiFi dos seus vizinhos pode interferir no seu, se ambos estiverem na mesma frequência.

A maioria dos roteadores seleciona automaticamente a faixa menos usada pelos sinais ao redor, mas mesmo assim pode ser que o canal sendo usado pelo seu aparelho no momento não seja o mais adequado.

Para testar a qualidade das outras faixas de frequência oferecidas pelo seu roteador, você pode “pular” de uma para outra seguindo as instruções encontradas no manual do seu aparelho.

7. Atualização de Firmware

O Firmware são instruções em forma de programa que os componentes do seu computador seguem. Ter o Firmware do seu roteador WiFi sempre atualizado evita problemas e instabilidade de conexão, e essa atualização pode ser feita por meio de Gerenciador de Dispositivos do seu computador.

Com essas dicas, você pode extrair o máximo de seu roteador e melhorar muito a qualidade de sua WiFi. Quem sabe você até nem precise trocar o aparelho?

Share This