O Princípio do Guiamento da Luz foi demonstrado pela primeira vez em 1870, pelo físico John Tydall. A partir dessa descoberta as propriedades de transmissão de informação pela luz foram desenvolvidas e usadas para a criação da fibra ótica, usada pela primeira vez em cabos submarinos.

Hoje em dia a fibra ótica garante estabilidade na conexão com a internet e é sem dúvida o melhor método de transmissão de dados em relação a confiabilidade, proporcionando um serviço livre de interferências. Mas como funciona a tecnologia de internet por fibra ótica?

Funcionamento

A fibra ótica é um filamento flexível, extremamente fino, composto de vidro, coberto por uma casca também composta por vidro e protegida por uma fibra de fortalecimento e um revestimento de plástico.

A informação a ser transmitida pela internet trafega em forma de luz nesse filamento interior fino, chamado de núcleo. O vidro desse filamento é extremamente puro e possui propriedades extremamente reflexivas.

Na física, isso recebe o nome de “espelho perfeito”, ou seja, reflete luz sem distorção. A informação é transformada em código e é transmitida pelo piscar da luz, que é refletida milhares de vezes por segundo nesse espelho perfeito, transmitindo a informação de um ponto a outro.

O revestimento de vidro, ou casca, possui refração diferente do filamento de vidro anterior, permitindo que a informação fique contida dentro da fibra ótica e impedindo que interferências atrapalhem a transmissão.

A fibra de fortalecimento protege a casca e o núcleo, para que nenhum movimento, torção ou impacto possa danificar o interior da fibra. Por fim, o cabo ainda conta com um revestimento plástico para proteger a integridade física exterior da composição da fibra.

Tecnologia

Existem dois tipos de tecnologia em fibra ótica: Monomodo e Multimodo. A rede de internet fornecida para casas e comércios utiliza, em sua maioria, a tecnologia Multimodo.

A fibra Multimodo é flexível, e, por isso, permite que a internet por fibra ótica possa ser instalada com maior facilidade dentro de qualquer tipo de construção.

Diferente do Monomodo, um cabo mais grosso e mais caro utilizado para conexões de grandes distâncias, como a transmissão de informações feita por cabos oceânicos, a fibra ótica Multimodo pode perder informações na transmissão em longas distâncias.

Nesses casos, passa por um retransmissor antes de chegar ao receptor na sua casa, para garantir que estabilidade e segurança na transmissão.

Vantagens

A fibra ótica é superior à antiga tecnologia de cabeamento composto de cobre por vários fatores. A velocidade da informação de transmissão pelo cobre chegava, no máximo, até 30 Megabits por segundo. Já com a fibra ótica é possível chegar 10 Gigabits por segundo, mais de 300 vezes mais rápido.

O material dielétrico com o qual a fibra é revestida impede qualquer tipo de interferência eletromagnética e é imune a descargas elétricas, ou seja, totalmente segura e sem risco de faísca.

A internet por fibra ótica um dia já foi considerada tecnologia do futuro. Hoje, felizmente, ela faz parte do nosso dia-a-dia, melhorando nossa conexão e tornando trabalho e lazer mais simples e proveitosos.

Share This